Cobrança Empresarial

Cobrança Empresarial – Judicial e Extrajudicial (Amigável)

Somos um escritório de advocacia especialista em cobrança empresarial com intensa atuação na área. Caso tenha interesse em contratar nossos serviços, entre em contato conosco.  Nossos canais de contato são: e-mail, contato@marcellobenevides.com, por telefone: fixo 21-3217-3216 ou celular 21-99541-9244logo_whatsapp_con_sombra_sin_fondo02_4, ou  através de um pequeno formulário, para acessá-lo clique aqui.

Em todos os setores encontramos a temida inadimplência tem avançado. Para que o problema não se torne maior, muitas empresas tem buscado a cobrança empresarial com o escopo de recuperar seus créditos inadimplidos. Abaixo iremos demonstrar como esse serviço funciona e nossos diferenciais.

Leia também:

Cobrança Judicial de Duplicata Mercantil


1 – COMO FUNCIONA A COBRANÇA EMPRESARIAL E QUAIS SÃO NOSSOS DIFERENCIAIS?

No vídeo abaixo explico como funcionam as duas modalidades de cobrança, tanto extrajudicial, quanto a judicial. Sendo que, ambas as modalidades se complementam. Essa é uma solução para empresas que pulverizam suas vendas em todo o Brasil e sofrem com a inadimplência.

Entenda os diferenciais do nosso serviço de cobrança empresarial.

a) Cobrança Empresarial Extrajudicial sem burocracia:

– Não é necessário o envio da documentação comprobatória do crédito. Será necessário apenas informar os dados do título e informações de contato do devedor.

Obs.: Na cobrança extrajudicial nosso custo inicial é de 0% sobre o título inadimplido.


b) Contract Guarantee:

Em caso de recuperação os repasses são realizados em no máximo 48h úteis, assegurados juros legais e correção monetária, conforme garantias contratuais.


c) Autualização de Informações:

Atualização dos desdobramentos enviada por e-mail através da nossa equipe a cada novo desdobramento do caso enviado para cobrança.


d) Elaboração de instrumento particular de confissão de dívida:

O acordo somente será realizado com o devedor através de confissão de dívida. Essa é uma garantia para o credor e devedor, de que o débito não será mais cobrado e que caso a dívida não seja paga, o mesmo sofrerá uma ação de execução de título extrajudicial.


e) Orientação Jurídica Especializada:

Em alguns casos a cobrança empresarial, se desdobrará em cobrança judicial. Assim, será necessária a distribuição de uma execução de título extrajudicial para recuperação do crédito. Para que não ocorram custos desnecessários iremos indicar as probabilidades de recuperação do crédito, aconselhando o ingresso ou não de uma ação judicial.

Vale dizer, que iniciei meu trabalho com cobrança empresarial no ano de 2001, efetuando cobrança para uma das maiores instituições financeiras do país, quando ainda era funcionário de um grande escritório de advocacia. Desde então, já trabalhei para dezenas de empresas, prestei e ainda presto consultoria sobre cobrança empresarial para diversas empresas de cobrança.

Veja um vídeo o qual falamos sobre a cobrança judicial. Trâmite que deve ocorrer caso a cobrança amigável não tenha êxito.


f) Bônus para Clientes:

I – Pesquisa Jurídico – Financeira (Cadastral): Realizamos uma busca por passivos financeiros e processos judiciais que possam existir em nome de futuros clientes, sem custo.

II – Revisão de Contrato de Compra e Venda: Para clientes que possuem contratos de compra e venda revisamos o mesmo sem custo.

III – Elaboração de Pareceres: Diante da necessidade de alguns clientes sobre questões jurídicas empresariais fornecemos parecer referente aos contratos de compra e venda sem custo.

IV – Vídeo Bônus: Abaixo iremos fornecer um vídeo onde falamos sobre os 7 erros mais comuns cometidos por empresas na cobrança realizada de forma interna. Recomendamos que assista, pois se você age assim, está contribuindo para o aumento de sua inadimplência.


2 – QUEM REALIZARÁ A COBRANÇA E QUAL A EXPERIÊNCIA DO ESCRITÓRIO COM COBRANÇA EMPRESARIAL?

A cobrança empresarial é realizada por colaboradores que fazem parte da nossa equipe e advogados os quais recebem treinamento periodicamente, sendo as ligações supervisionadas, visando sempre a conclusão do serviço de forma rápida e satisfatória ao cliente.

Já possuímos em nossa carteira de clientes,  empresas de todo o país, do ramo alimentício, construção, informática, vestuário, soluções ambientais, dentre outros.

cobrança empresarial

Somente em 2017 foram negociados aproximadamente 4,5 milhões até o mês de agosto. Além disso,  o trâmite de cobrança empresarial extrajudicial, tem duração de no máximo 15 dias corridos. Sem a formalização de um acordo extrajudicial o cliente receberá relatório indicando a irrecuperabilidade do crédito ou indicará a via judicial.

Vale destacar,  que nossa intenção não é de ajuizar todos os débitos. A razão disso é que tal medida, não apresenta o resultado desejado, um filtro é realmente necessário. Ajuizar todos os débitos, em muitos casos levará ao inchaço da nossa carteira de processos e insatisfação do cliente.

Por isso, sempre indicamos o ajuizamento dos débitos com a maior probabilidade de recuperação.


Ainda tem dúvidas sobre a cobrança empresarial? Faça um contato conosco.

Cobrança Empresarial

Deixe-nos cuidar de sua inadimplência, você preenche o formulário informando dados básicos e nós cuidamos do resto. Vamos analisar, entrar em contato com você para agilizarmos tudo quanto for possível. Nosso escritório possui larga experiência no atendimento a empresas e em cobrança empresarial. Para acessar o formulário, clique aqui.

 Se preferir faça um contato por telefone ou e-mail:

 – E-mail: contato@marcellobenevides.com

– Telefone Fixo:(21) 3217-3216 / (21) 3253-0554
– Telefone Celular: (21) 99541-9244logo_whatsapp_con_sombra_sin_fondo02_4
Marcello Benevides

Marcello Benevides

É fundador e CEO do escritório que leva seu nome, está formado desde 2005. Tornou-se especialista na recuperação de créditos de alta monta, diante da vasta experiência adquirida na realização de Cobrança Extrajudicial e Judicial para Empresas e Instituições Financeiras. Possui Pós-Graduação em Direito Empresarial pela AVM — Universidade Cândido Mendes, além de curso de atualização em Direito do Consumidor pela Fundação Getúlio Vargas — FGV — RJ.