Como cobrar e negociar com o devedor.

Como cobrar e negociar com o Devedor? Somos um escritório de advocacia empresarial com intensa atuação na recuperação de créditos. Caso tenha interesse em contratar nossos serviços para realização de cobrança, entre em contato conosco.  Nossos canais de contato são: e-mail, contato@marcellobenevides.com. Telefone: fixo 21-3217-321621-3253-0554 e 11-4837-5761. Celular 21-99541-9244logo_whatsapp_con_sombra_sin_fondo02_4. Ou  através de um pequeno formulário, para acessá-lo clique aqui.

COMO COBRAR E NEGOCIAR COM O DEVEDOR?

[EXCLUSIVO PARA EMPRESAS]

Você é uma empresa e vende seus produtos ou serviços para outras empresas? Tem dificuldades para cobrar e negociar com o devedor? Sua inadimplência está crescendo cada vez mais? Quer saber como cobrar e negociar com o devedor de forma eficiente?

Se a resposta for sim, então esse artigo vai te ensinar como cobrar e negociar com o devedor reduzindo assim a sua inadimplência. Afinal de contas, cobrar e negociar com o devedor, não são tarefas fáceis. Neste artigo, vou te dar um mapa a ser seguido no momento da cobrança empresarial. Principalmente, em vendas b2b, de empresa para empresa.


I – Como cobrar e negociar com o devedor – Identifique os principais tipos

Esse é mais um passo para redução da inadimplência da sua empresa. Aprenda como cobrar e negociar com o devedor. O principal nesse momento é ter em mente quem é o devedor e cobrá-lo de acordo com o seu perfil. Isso certamente irá aumentar a entrada de receita em seu caixa.

Na maior parte dos casos, os devedores ou desejam adquirir mais tempo para realmente efetuar o pagamento ou simplesmente tem o desejo de não pagar e usam de desculpas para ganhar tempo.

Dessa forma, vale destacar que existem diversos tipos de devedores. Sendo que, para cada um deles, é preciso se posicionar-se adequadamente visando sempre o recebimento do crédito. Diante disso, vamos identificar os tipos de devedores, vamos a eles:

Lembrando que, quando o devedor se exime do pagamento, não fixa datas, o ideal é passar para o próximo passo do plano de ação de cobrança, pois ele não está priorizando o pagamento a você, mas a outros credores.


I.a – Como cobrar e negociar com o devedor, que só quer pagar “O principal e olhe lá.”

O débito já está vencido há meses, porém não quer pagar multa, correção, juros e nenhuma outra forma de reajuste dos valores.

Muitas vezes, pode pagar, mas não quer efetuar o pagamento. Então, como cobrar e negociar com o devedor que age dessa forma?

Dessa forma, é necessário expor os prejuízos e que não há qualquer irregularidade na cobrança. Sendo que, como já cansei de dizer, inclusive no artigo publicado aqui no blog: 7 dicas matadoras para redução da inadimplência, aconselho que leia na íntegra. Um contrato de compra e venda é fundamental para que o Credor tenha garantias mínimas!


I.b – Como cobrar e negociar com o devedor, que quer parcelar à perder de vista?

Esse devedor parece querer pagar, digo parece, pois em alguns casos, ele paga a primeira, a segunda ou até mais, mas depois simplesmente desaparece. Como cobrar e negociar com o devedor que apresenta essa postura?

Em primeiro lugar, nesse caso, é importante que o acordo seja realizado para que algum valor entre em caixa. Tente reduzir o máximo possível o número de parcelas, quanto mais parcelas, maior o risco.

Na negociação é preciso existam garantias para o recebimento, como por exemplo, uma confissão de dívida específica. (obs.: não recomendamos uso de modelos de internet e tão pouco aceitação de cheques de terceiro).


I.c – Como cobrar e negociar com o devedor que finge desconhecer o débito?

Esse tipo simplesmente some e nega o débito. Diz que não sabe do que se trata, que a cobrança é totalmente indevida, que já pagou e uma série de outras desculpas para desviar o foco. Alguns chegam até a ameaçar com uma ação judicial. É preciso ser firme!

Como cobrar e negociar com o devedor que tenta ludibriar o credor?

Para menos experientes essa tática pode até funcionar, mas há meios de contra argumentar tais narrativas facilmente, como por exemplo a entrega da mercadoria ou do produto, a emissão da nota e uma série de outros fatores.


I.d – Como cobrar e negociar com o devedor, que lhe conta inúmeros problemas?

Realmente em alguns casos, tragédias realmente acontecem, todos nós temos problemas. Todavia, venhamos e convenhamos a maior tragédia para qualquer empresário é a inadimplência, o não cumprimento de compromissos acertados.

Como cobrar e negociar com o devedor

Porém, alguns devedores resolvem utilizar de argumentos, alguns fantasiosos, com a intenção de ganhar tempo, ou de simplesmente interromperem o pagamento do débito. Em alguns casos é impossível descobrir quem está falando a verdade e quem não está.

Diante disso, como cobrar e negociar com o devedor que apresenta esse tipo de postura? Mostre que realmente sente pelo ocorrido, mas defina uma data para o pagamento e siga o plano de ação de cobrança.


I.e – Como cobrar e negociar com o devedor, que age “deixando a vida lhe levar”?

Como cobrar e negociar com o devedor

Alguns irão ignorar a cobrança e irão esperar pra ver no que dá. Esses desligam telefone, não respondem e-mails, intimações judiciais e por aí vai. O principal nesses casos é alertar o devedor para os perigos de sua inatividade.

Assim, indique que caso ele não pague, informe que o caso será levado para o jurídico. Além disso, seja claro ao dizer que quando medidas judiciais são tomadas para recuperação do crédito, tudo será mais custoso pra ele.


II – Como cobrar e negociar com os devedores citados acima?

Esses são apenas alguns dos perfis de diversos devedores existentes. A pergunta que fica é: Como cobrar e negociar com esses devedores?

Não existe “receita de bolo”. Todavia, Existem alguns padrões de comportamento que são identificáveis, outros não, entretanto algumas atitudes, independente do perfil, devem sempre ser adotadas pelo credor. Vamos a elas?


II.a – Seja firme

A primeira coisa que você deve ter em mente é que o devedor não é uma vítima, alguém digno de pena. Aliás, a pessoa jurídica, não é dotada de sentimentos, a cobrança está sendo realizada a outra empresa e não a uma pessoa.

Como cobrar e negociar com o devedor

Dessa forma, procure fazer uma cobrança de forma educada. Entretanto, mostre a insatisfação com os atrasos. Além disso, você precisa definir datas, agendar prazos e principalmente mostrar ao devedor que a cada passo, cada dia que passa sem uma solução, as coisas ficarão mais complicadas pra ele.


II.b – Não tenha medo de arranhar a relação comercial

Vamos lá, em alguns casos, credores tem medo de colocar em risco uma relação comercial duradoura supostamente valiosa, ou que em algum dia foi muito lucrativa.

Estamos falando de empresas certo? Que vendem para outras empresas? Nesses anos todos percebo que nesses casos, credor e devedor, acabam criando um laço de amizade, uma espécie de “camaradagem” que de certo modo, pode ser extremamente prejudicial ao negócio.

Já tive casos que clientes geraram dívidas homéricas, pois “conheciam” o devedor e continuaram a vender. Em um dos casos o prejuízo já está próximo de 1 milhão de reais. Então, a escolha é totalmente sua, interromper as vendas ou continuar vendendo,  porém com um risco enorme.

A – O que fazer para evitar prejuízos com esses devedores?

1º – Investigue a situação financeira do devedor.

Assim, você poderá calcular o risco no momento em que for vender e não decidirá somente pela amizade, mas sim pelas informações financeiras do devedor. Existem diversos programas que fazem esse tipo de pesquisa.

2º – Interrompa ou reduza prazos para pagamento quando a inadimplência aparecer.

Sei que pra alguns é complicado, mas o ideal é que a partir da primeira inadimplência, as vendas sejam interrompidas imediatamente, para que o débito não se transforme em uma bola de neve.

Por incrível que pareça, alguns Credores ainda querem manter esse tipo de cliente e perguntam:


B – Como faço para cobrar e manter esse cliente o qual quero cobrar, mas quero que continue comprando nossos produtos ou serviços?

Sendo bem sincero, ou você mantém as contas em dia, ou continua com esse cliente que em algum momento foi um excelente cliente, mas que atualmente, ante os descumprimentos, convenhamos não é.

Seja claro e direto, diga que o momento também é complicado e que a decisão não está mais nas suas mãos, que a empresa tem uma regra a seguir quanto a inadimplência, que gostaria de ajudar, mas que se você “ajudá-lo”, paralisando o plano de ação de cobrança, sua empresa será a maior prejudicada. Veja o vídeo, onde ensino o que é o plano de cobrança, e como aplicá-lo aos seus clientes.


II.c – Siga e seja fiel ao seu plano de ação

É importante que você siga um plano de ação de cobrança para que o crédito seja recuperado o mais rápido possível. Fizemos um artigo recentemente explicando como montar um plano de ação básico para a cobrança, acesse clicando aqui para que você acesse e entenda do que estou falando.

É necessário frisar que a fidelidade ao plano de ação é fundamental para o sucesso na cobrança. Em alguns momentos é importante ceder e passar a cobrança para quem realmente entende do assunto.

Especialmente, porque não vale a pena se desgastar física e emocionalmente, muito menos perder tempo com medidas que não irão gerar qualquer benefício.

Dessa maneira, não há razão para “segurar” o título no seu sistema, quando na realidade o devedor muitas vezes permanece com o estabelecimento aberto, ou com vendas a pleno vapor. É importante tem em mente, que vai chegar um momento que você deverá passar os títulos inadimplidos para as mãos de especialistas em cobrança amigável e judicial.


III – Conclusão.

Sem dúvidas essas técnicas de como cobrar e negociar com o devedor serão úteis no seu dia a dia empresarial. Então, depois de aplicá-las durante um período de 30 dias, deixa um comentário aqui pra saber como está indo a sua cobrança.

Lembrando que, quando se trata de cobrança é importante estar atento a possíveis desdobramentos e se preparar antes de negociar com o devedor. Por fim, não menos importante, sugiro que você leia o artigo sobre como enviar e-mail ou carta de cobrança ao devedor. Segue o link abaixo:

Como enviar e-mail de cobrança ou Carta?


IV – Ainda tem dúvidas? Faça um contato conosco.

Veja como funciona nossa cobrança extrajudicial e judicial para empresas clicando aqui. Lembrando que, antes de enviar um case para a cobrança o ideal é que as hipóteses internas tenham sido esgotadas por você, ou seja, que o plano de ação de cobrança tenha sido cumprido integralmente.

Habilitação de Crédito na Recuperação Judicial

Assim, se você necessita de auxílio para cobrança dos seus títulos vencidos? Consulte-nos. Você preenche o formulário informando dados básicos e detalhes sobre o caso e nós cuidamos do resto. Vamos analisar, entrar em contato para agilizarmos tudo quanto for possível. Nosso escritório possui larga experiência na recuperação de créditos. Para acessar o formulário, clique aqui.

Se preferir faça um contato por telefone ou e-mail:
– Telefones Fixos:
Rio de Janeiro (21) 3217-3216 / (21) 3253-0554
São Paulo (11) 4837-5761

– Telefone Celular: (21) 99541-9244(Vivo)

Leia outras matérias disponíveis em nosso blog:

Cobrança Empresarial

Cobrança Judicial de Duplicata Mercantil

O que é cobrança judicial e extrajudicial?

Gestão de Crise – Administração de Passivo

Marcello Benevides

Marcello Benevides

É fundador e CEO do escritório que leva seu nome, está formado desde 2005. Tornou-se especialista na recuperação de créditos de alta monta, diante da vasta experiência adquirida na realização de Cobrança Extrajudicial e Judicial para Empresas e Instituições Financeiras. Possui Pós-Graduação em Direito Empresarial pela AVM — Universidade Cândido Mendes, além de curso de atualização em Direito do Consumidor pela Fundação Getúlio Vargas — FGV — RJ.